domingo, 20 de novembro de 2011

Soul mais eu

                 



   A grande vantagem de sair para um lugar que toque soul é que o objetivo maior é realmente a dança. O ritmo é inevitavelmente contagiante, e os que dançam bem são valorizados,  diferentemente de um lugar comum que toque pop ou rock onde, os que dançam bem, ligeiramente são taxados de malucos.
  Outra grande vantagem é que podemos dançar sozinhos, independemos de grupo ou par para nos acompanhar. A maioria dança olhando para o nada ou para frente onde está o Dj. Ao mesmo tempo é  legal aprender os que eu chamo de  "passinhos da comunhão",  dá um toque especial para festa quando todo mundo dança o mesmo passo junto. Intercale os passinhos da comunhão muito bem demonstrados no vídeo do Soul Train com movimentos rápidos e virtuosos de pés (que na minha opinião estão na categoria danças impossíveis) o James Brown no segundo vídeo finge que está ensinando só para esnobar.
  Aliás a questão dançando e esnobando parece ser o tema oficial de uma festa soul, o que pode ser divertidíssimo e como o Anônimo dos comentários disse, cheio de possibilidades infinitas.
  Então, capriche no figurino e solte esse negão de calça boca de sino dentro de você. É muito divertido, eu garanto!




Um comentário:

  1. O Groove Black além de motivador marca um rítmo onde possibilidades de movimentação infinitas podem acontecer. Aos James, ao publico fino do soul train ou para qualquer aspirante entusiasta é a melhor pedida!

    GrooveOut.
    http://www.youtube.com/watch?v=pwnefUaKCbc

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget