terça-feira, 22 de novembro de 2011

Dançando nas Nuvens



   Sorver um momento raro como dançar nas nuvens a dois é possível, pelo menos nós, moças de família queremos muito acreditar nisso. A ação pode ser apenas um estado de espírito duradouro (dura assim no máximo uns 2 anos), mas quando  o ato acontece realmente, é como um sonho se tornando realidade. Que jogue a primeira pedra a mulher que não deseje uma cena de dança romântica, daquelas com fundo e coadjuvantes desfocados.
   Não vale as dancinhas cafonas de festas de formatura e casamento, não vale só dança de salão ensaiadinha, o segredo está naquele sentimento de cumplicidade e depois, a cabeça dela encostando nos ombros dele, nem precisa tanto tirar os pés do chão.

Repetindo em espanhol:  "el secreto es ese sentimiento de complicidad y luego, ella apoyando su cabeza sobre sus hombros, sin necesidad de sacar los  pies del suelo."


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget